veneza
Veneza é daquelas cidades que primeiro se estranha e depois se entranha. Só a partir do 2º dia, finda a romaria poliglota à Ponte de Rialto e praça de S. Marcos,  comecei a deixar-me seduzir pela mística deste local, a ter prazer em não olhar para o mapa e simplesmente ir para onde a curiosidade e o labirinto me levassem. E é assim que Veneza se revela e surpreende, sem pressas, e longe (dentro do possível!), dos locais mais turísticos.

I think Venice is an acquired taste. After the unavoidable tourist walk to Rialto Bridge  and San Marcos Square, with all the other tourists, the second day I stopped looking at the map, letting my curiosity and the labyrinth guide me without rush. It is when the charm of Venice reveals itself and the city gets so much more enjoyable and surprising!

A.

Advertisements